sábado, 18 de dezembro de 2010

(TO/SP/MG) Empresário é preso pela polícia do Tocantins por gerenciar quadrilha

Esquema contava com homens armados que rendiam caminhoneiros na hora do descanso em postos de combustíveis.

O empresário do ramo de reciclagem Olinto José Lemos Neto, 46 anos, morador de Catanduva, foi preso nesta sexta-feira (17) por policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de Tocantins acusado de chefiar um mega esquema de roubo de cargas de eletroeletrônicos.

Olinto foi localizado na casa dele, no bairro Martami, quando saia para trabalhar. Ele vinha sendo investigado havia nove meses. De acordo com a polícia, a quadrilha agia em postos de combustíveis de Tocantins e Minas Gerais.

Armados com revólveres, os ladrões rendiam os caminhoneiros nos estacionamentos dos postos na hora do descanso e retiravam os rastreadores dos veículos para não chamar a atenção das empresas responsáveis pelas mercadorias. Em seguida, a carga era trocada de caminhão e roubada.

A mercadoria era vendida nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Cerca de 50 pessoas fazem parte do esquema. Pelo menos 20 delas são de Catanduva e de Rio Preto. Segundo a polícia, o empresário usava os barracões, alugados para armazenar os reciclados, para guardar a carga roubada.

A polícia acredita que nos últimos oito meses, 20 caminhões de eletroeletrônicos foram roubados pelo grupo. A mercadoria está avaliada em R$ 10 milhões.

O forte da quadrilha eram TVs de LCD e microondas. Na casa do empresário foram apreendidos duas televisões, um Honda Fit, um Fiesta e documentos que comprovam a movimentação da quadrilha. Olinto foi transferido para Tocantins.

FONTE: DIARIO DE SÃO PAULO

Postar um comentário