quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

(SP) Assaltantes roubam carga de R$ 300 mil em Campinas

A Polícia Civil de Campinas investiga uma quadrilha especializada em roubo de cargas, que atua na região. O grupo age sempre com informações privilegiadas e armas pesadas.

Em dez dias foram três assaltos. O último foi ontem de manhã, quando dois assaltantes invadiram o galpão de uma empresa de logística, no Jardim do Trevo, em Campinas, e assaltaram uma carga de equipamentos de áudio para veículos, avaliada em R$ 300 mil. A dupla fugiu sem deixar pistas. Os outros crimes foram o roubo de uma carga de microprocessadores para computador, avaliada em R$ 900 mil, e de uma carreta de combustível e 800 toneladas de carne. Parte destas cargas foram recuperadas.

A investigação policial considera a hipótese de que os ataques tenham sido praticados por integrantes de uma mesma quadrilha, que se divide em células para a prática dos crimes, utilizando a mesma estrutura e armamento. O aumento do número de ataques no período que antecede o final do ano também chama a atenção da investigação.

“Estamos com as investigações em andamento e na tentativa de identificar as lideranças. Ainda é cedo para dar qualquer informação. Qualquer tipo de divulgação pode atrapalhar as investigações”, disse o delegado José Carlos Fernandes, titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), de Campinas.

Para ele, é fato que integrantes da quadrilha estão recebendo informações privilegiadas sobre os alvos. No caso do ataque de ontem, a dupla de ladrões chegou antes da carga no galpão da empresa.

Segundo dados da polícia, na maioria das vezes os ataques ocorrem durante o transporte de cargas por rodovias. Caminhoneiros que deixam o Aeroporto Internacional de Viracopos têm sido as principais vítimas e nem mesmo equipes de escolta armada intimidam a quadrilha. Nos ataques ocorridos até agora ninguém ficou ferido.

A AÇÃO
Na ação de ontem a dupla invadiu a empresa e rendeu dez funcionários e o proprietário do local. Todos foram mantidos sob a mira de armas de fogo, trancados em um escritório.
Cerca de trinta minutos depois o caminhão carregado com equipamentos chegou no galpão e o motorista foi rendido. Os criminosos transferiram a carga para dois carros da empresa e fugiram.
A Polícia Militar foi acionada e passou a monitorar a região, principalmente em direção à Rodovia Santos Dumont, que dá acesso a Rodovia dos Bandeirantes.

Viaturas da Força Tática, do Canil e o helicóptero Águia da PM foram mobilizados e encontraram os veículos na rodovia que liga Campinas a Vinhedo, sem a carga roubada.
A polícia não tem pistas dos bandidos.

FONTE:CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS VIGILANTES E PRESTADORES DE SERVIÇO

Postar um comentário