quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

(MG) Comerciante é preso por receptação

Jorjão Corinthiano responde por vários crimes; sentença é de 10 anos e 10 meses em regime fechado.

O comerciante José Jorge Skaff, de 51 anos, conhecido em Uberlândia como Jorjão Corinthiano, foi preso na tarde desta terça-feira (30) em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela juiz de Direito Titular da 1ª Vara Criminal José Luiz de Moura Faleiros. Jorjão, segundo o mandado, responde pelos crimes de receptação, crime continuado e formação de quadrilha. A sentença é de 10 anos e 10 meses de prisão em regime fechado.

Em 2001, o comerciante ficou preso por 60 dias, depois de uma apuração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Congresso Nacional, a CPI das Cargas, que apurava o roubo de cargas em todo o País.

Segundo Jorge Skaff, ele teria comprado material de uma empresa que tinha fechado para revender em sua loja. “Só que esta firma tinha fechado e me prenderam. Entramos com recurso, fui solto e agora mandaram me prender de novo pelo mesmo motivo”, disse o comerciante.

FONTE: CORREIO DE UBERLANDIA

Postar um comentário