quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

(SP) Material roubado daria 200 coletes à prova de balas

Uma quadrilha roubou, na tarde de terça-feira, uma carga de tecido balístico para blindagem, avaliada em R$ 76.956,46, suficiente para blindar aproximadamente 40 carros ou ser usada na fabricação de mais de 200 coletes à prova de balas.  O caminhão e a carga, roubados no município de Sumaré não foram localizados. O motorista do veículo e os dois ajudantes foram mantidos em cárcere e soltos na Lapa, zona oeste, três horas depois.

O motorista César Augusto Prado Ferreira, de 35 anos, e os ajudantes José Cristiano da Silva Belo, de 24, e Sidney Pedro Rodrigues, de 34, desciam do caminhão Volkswagen modelo 24250, ano 2008 branco, de placa DVT-1784/Barueri, quando foram atacados. Eles pretendiam almoçar no restaurante Costelão, no Km 110 da Rodovia Anhanguera.

Dois criminosos armados colocaram os três num carro branco, possivelmente um Gol, e os fizeram baixar a cabeça. Os bandidos se comunicavam com outro comparsa por rádio. A delegacia de Roubo de Cargas e o Exército foram avisados. “Isso nas mãos do crime é uma temeridade”, disse o delegado César Saad, do 7º Distrito Policial (Lapa).

FONTE: JORNAL DA TARDE

Postar um comentário