quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

(AL) Acusado de integrar quadrilha que agia no Agreste é morto

José Márcio Conceição foi executado com vários tiros no rosto

José Márcio Conceição foi executado com vários tiros no rosto

Menos de um mês após ser preso durante a Operação Ciclone, deflagrada pela Polícia Civil de Alagoas e Polícia Rodoviária Federal (PRF), na região Agreste do Estado, José Márcio da Conceição foi executado a tiros na noite de ontem, 15, na cidade de São Miguel dos Campos. José Márcio foi atingido por vários disparos de arma de fogo no rosto.

A operação, desencadeada em novembro desse ano, prendeu 17 pessoas, entre elas um vereador por Campo Alegre, acusados de envolvimento numa organização criminosa que realizava venda de armas, roubo de cargas, tráfico de entorpecentes, além de homicídios. À época, foram cumpridos 13 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão nas cidades de Campo Alegre, Luziápolis, Arapiraca, São Miguel dos Campos, Teotônio Vilela, em Alagoas, e Bezerros, em Pernambuco.

José Márcio, um dos presos na operação, foi executado no Conjunto Benedito de Lira, na região central de São Miguel. De acordo com informações de testemunhas repassadas à polícia, dois homens abordaram Márcio e deflagraram os disparos contra o rosto da vítima. “Os caras fugiram a pé como se nada tivesse acontecido”, relatou uma testemunha, que não quis se identificar.

Ainda segundo informações colhidas no local do crime, o assassinato de Marcinho pode ter sido um acerto de contas, já que há poucos dias ele (Marcinho) foi vítima de uma tentativa de homicídio. “Ele tem envolvimento com o tráfico de drogas na região, mas nenhuma outra probabilidade será descartada”, esclareceu um dos policiais no local.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em Maceió, onde será submetido à necropsia e posteriormente será liberado para sepultamento.

FONTE: ALAGOAS 24 HORAS

Postar um comentário