quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

(PR) Caminhão é localizado na fronteira com ajuda de satélite, mas motorista está desaparecido

Numa ação conjunta, policiais civis de Ponta Porã e agentes do Departamento de Investigação de Delitos da Polícia Nacional do Paraguai localizaram hoje um caminhão que havia sido desviado de sua rota original. Rastreamento por satélite indicou o local exato onde estava o veículo, no lava-jato de um posto, próximo à linha internacional.

De acordo com a polícia, o caminhão Volkswagen, cor branca, modelo Tractor 6x2, placas MCU-5370, de Urussanga (SC), foi encontrado pelo proprietário através de rastreamento. Ele acionou a Polícia Civil, que pediu auxílio aos policiais de Pedro Juan Caballero, já que o veículo estava do lado paraguaio.

Funcionários do posto disseram que dois homens de nacionalidade brasileira haviam deixado o caminhão no local, para que fosse lavado. Há informações de que pelo menos um dos suspeitos já teria sido identificado e estaria sendo procurado pela polícia em Ponta Porã.

Segundo a polícia, o caminhão saiu do Estado de Mato Grosso com uma carga e tinha como destino a cidade de Campo Grande (MS). Ao desviar de sua rota original, acabou acionando o sistema de rastreamento. O motorista do caminhão, Jaques Douglas de Andrade, está desaparecido.

Os policiais acreditam que ele tenha sido vítima de assaltantes, já que dentro da cabine do caminhão foram encontrados vestígios de sangue. Peritos da Polícia Civil coletaram amostras do sangue e procuram impressões digitais que possam levar aos suspeitos, que seriam integrantes de uma quadrilha que age nas estradas.

No lava-jato estava apenas o cavalo mecânico, ou seja, a carreta e a carga ainda não foram localizados pelas autoridades. A Polícia Civil deve consultar a Polícia Rodoviária Federal para tentar traçar a rota feita pelo caminhão.

Tanto os policiais brasileiros quanto os paraguaios suspeitam que se trate de um roubo de carga e acreditam que o motorista tenha sido obrigado pelos bandidos a trazer o caminhão até Pedro Juan Caballero. O caso está sendo investigado pelo Serviço de Investigações Gerais (SIG) de Ponta Porã.

“O SISTEMA INFORMOU O DESVIO DE ROTA, SÓ DEPOIS DO VEICULO DESENGATADO, CAVALO LEVADO PARA FORA DA FRONTEIRA E MTORISTA DESAPARECIDO É QUE FORAM AGIR, QUE ESSE OPERADOR TENHA UMA ‘BOA NOITE SE SONO’…TSC TSC TSC”

N. do A.

FONTE: MERCOSUL NEWS

Postar um comentário