sábado, 13 de novembro de 2010

(SP) Motoristas de carros que escoltam cargas criam estacionamento irregular e perigoso nas rodovias da região

Perigo na pista 1

O roubo de cargas, cada vez mais presente nas estradas brasileiras, acabou por gerar um perigoso efeito secundário que, aparentemente, será muito difícil de ser resolvido – mas que, na realidade, deveria depender apenas e tão-somente da execução da lei, sobretudo por ser uma situação de imenso risco. Como muitos caminhões são acompanhados de carros que fazem a escolta dos valores e bens transportados, a cada balança que surge pelo caminho, uma fila de carros de empresas privadas de segurança se forma em pleno acostamento, procedimento proibido por lei.

Perigo na pista 2

Para aumentar o risco – que não é percebido como tal pelos motoristas que fazem a escolta –, os seguranças descem dos carros e ficam circulando perigosamente entre a faixa do acostamento e os dispositivos de proteção. A prática é comum nas principais rodovias que cortam a região.

FONTE: EPTV.COM

Postar um comentário