sexta-feira, 19 de novembro de 2010

(PR) Policiais civis são presos por envolvimento em desvio de cargas

Policiais do núcleo de Operações da Corregedoria-Geral da Polícia Civil prenderam, na manhã desta sexta-feira (19), dois policiais civis suspeitos de participar de desvio de cargas no Porto de Paranaguá.

A Operação Colônia, realizada pela Polícia Federal no início de outubro, desmantelou seis quadrilhas envolvidas no crime, que atuavam no Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Goiás e Mato Grosso.

Segundo o delegado da Corregedoria, Marcelo Lemos de Oliveira, os mandados de prisão foram expedidos pela Justiça de Paranaguá e cumpridos em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, e em Curitiba. Morgana Coelho Dias Valentim, 38 anos, que trabalhava há 14 como agente de operações policiais na delegacia de Paranaguá, e Marcio Moreira, 33 anos, investigador de polícia em estágio probatório há apenas um ano, juntaram-se aos três policiais presos durante a Operação Colônia.

Morgana e Oliveira, bem como os demais policiais, foram autuados por corrupção passiva e formação de quadrilha. Paralelamente vão responder também um processo disciplinar aberto pela Corregedoria. Os quatro policiais homens estão detidos na carceragem especial da Polícia, na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV). Morgana foi encaminhada para o Centro de Triagem I, na Travessa da Lapa.

COLÔNIA – A operação realizada pela PF tinha como objetivo combater a ação de seis quadrilhas especializadas no desvio de fertilizantes, grãos e óleo de soja dos armazéns de retaguarda do Porto de Paranaguá. Os grupos atuavam no Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Goiás e Mato Grosso. Durante a operação, 63 pessoas foram presas preventivamente, entre elas três policiais civis, dois de Curitiba e um de Paranaguá. Duas pessoas foram presas em Santa Catarina.

As quadrilhas utilizavam diversos métodos para cometer os crimes, como fazer o lançamento fictício de descargas nos sistemas de portos, carregamentos de caminhões com placas clonadas, que nunca chegavam ao destino, e a substituição de fertilizantes desviados por produtos de menor valor. Com a operação, foram apreendidos 11 caminhões e R$ 217 mil em uma casa em Paranaguá. O esquema, segundo a polícia, desviou 1,9 toneladas de fertilizantes, grãos e óleo de soja entre janeiro de 2009 e setembro deste ano. A operação contou com 190 agentes da polícia federal, 160 policiais militares e oito agentes penitenciários.

FONTE: AGENCIA DE NOTICIAS PR

Postar um comentário