terça-feira, 23 de novembro de 2010

(PE) Polícia prende quatro pessoas acusadas de roubo de cargas e recolhe 70 motos no Sertão

Quatro homens acusados de participar de uma quadrilha especializada em roubo de cargas foram presos, na manhã desta terça-feira (23), por policiais civis da Delegacia de Arcoverde, de acordo com informações da Folha de Pernambuco.

Gentil Fernandes Filho, o Barão, de 41 anos; Joanilson Gomes Ferraz, o Forró, 40; Amauri Gonzaga da Silva, o Zé de Lili, 26, e Marcelo Azevedo Bezerra, o Cearense, 37, são acusados de assaltar um caminhão baú carregado de motocicletas da marca Honda. A carga que vinha de Manaus, no Amazonas e seguia para João Pessoa, na Paraíba, está avaliada em aproximadamente R$ 500 mil e continha cerca de setenta motocicletas, que foram todas recuperadas.

O crime ocorreu em Custódia nas proximidades do trevo que liga a cidade ao município de Sertânia, no Sertão pernambucano. O motorista do caminhão quando foi abordado estava em companhia de sua esposa e de um filho de 3 anos. Eles ficaram como reféns durante sete horas do último domingo (21) e foram liberados nas proximidades da cidade de Belo Jardim.

A quadrilha pratica o crime dividido em dois grupos. Um grupo fica responsável pela abordagem e condução das vítimas para o cativeiro. Enquanto o outro levava o veículo roubado até o depósito que a carga roubada seria escondida. O grupo preso conduzia a mercadoria até uma fazenda localizada no Sítio Papagaio, em Pesqueira. A propriedade foi alugada pela quantia de R$ 10 mil.

Um dos envolvidos no crime é o ex-vereador de Sertânia, Everaldo Cardoso que está preso no Presídio Advogado Brito Alves, em Arcoverde, e foi apontado pelos presos como a pessoa que indica a carga a ser roubada. O político passa as informações através de mensagem de celular.

Também foi apreendido um veículo tipo Gol, vermelho, com placa de Pesqueira que estava sendo utilizado pela quadrilha para dar apoio ao caminhão até o referido depósito.

A polícia continuará a busca pelos outros participantes do grupo. Os quatro foram autuados por formação de quadrilha e roubo de cargas e foram encaminhados ao Presídio Advogado Brito Alves, em Arcoverde.

FONTE: ELBA GALINDO

Postar um comentário