quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

(RJ) Bandidos agridem e sequestram motorista

O caminhoneiro Sérgio Luiz Sipperd, de 52 anos, foi seqüestrado por volta das 21h30min de terça-feira, no pátio do posto de abastecimento Flumidiesel, às margens da Rodovia Presidente Dutra, em Barra Mansa, no Sul Fluminense. Um dos assaltantes agrediu a vítima como uma coronhada e assumiu a direção do caminhão, que transportava 22,7 mil litros de leite em caixinhas.

A vítima disse que estava transportando a carga do Rio Grande do Sul para o Rio de Janeiro. Ele contou que tinha estacionado caminhão e ia jantar no restaurante do posto de Barra Mansa, quando foi abordado na cabine do caminhão por dois assaltantes, que quebraram o vidro da janela da porta do lado do motorista.
- Fui agredido com uma coronhada quando tentei fugir. Em seguida, os assaltantes me colocaram deitado, e jogaram um cobertor por cima de mim - disse o caminhoneiro.

Sérgio Luiz foi amarrado a uma árvore, próximo ao posto de gasolina Corujão, também às margens da Dutra, em Volta Redonda, e ficou em poder dos integrantes da quadrilha até por volta das 4h da madrugada de ontem, quando os bandidos foram embora e ele conseguiu se desamarrar. O caminhoneiro foi socorrido por funcionários da Concessionária NovaDutra, e levado até à 90ª DP (Barra Mansa) onde registrou queixa.

O delegado Georges Toth não descartou a hipótese de que uma quadrilha especializada em roubo de caixas de leite esteja agindo na região. Na semana passada, foram roubados 12,9 mil litros de leite em caixinhas na BR-393, em Três Rios, no Centro-Sul Fluminense. O caminhoneiro Paulo Sérgio Silva, de 38 anos, que transportava a carga, foi rendido por bandidos que estavam num carro, na madrugada do dia 16, num posto de gasolina no bairro Ponto Azul.

O motorista foi obrigado a entrar no veículo e ficar abaixado. Ele ficou 18 horas em poder dos criminosos.
Um dos bandidos teria assumido a direção do caminhão que foi roubado junto com a carga, avaliada em R$ 19,4 mil. Paulo Sérgio foi solto já na noite do dia seguinte na BR-040 (Rodovia Rio-Juiz de Fora), e caminhou até o posto da Polícia Rodoviária Federal, no bairro Moura Brasil, onde foi levado para prestar depoimento na delegacia de Três Rios.

FONTE: DIARIO DO VALE

Postar um comentário