domingo, 20 de fevereiro de 2011

(MG/SP/MS) PF desarticula quadrilha de assaltantes de rodovias

A investigação começou em setembro de 2010, quando agentes federais apuraram um grande número de roubos a carros, ônibus e cargas de veículos em estradas federais e estaduais.

UBERLÂNDIA - A Polícia Federal, com o apoio da Polícia Militar, desencadeou na manhã desta quinta-feira (10), a Operação Rodovia Segura, com o objetivo de desarticular uma quadrilha que realizava assaltos em rodovias federais e estaduais. Hoje estão sendo cumpridos 10 mandados de prisão e 10 mandados de busca e apreensão.

A investigação começou em setembro de 2010, quando agentes federais apuraram um grande número de roubos a carros, ônibus e cargas de veículos em rodovias federais e estaduais. Os criminosos, residentes em Uberlândia, agiam no Triângulo Mineiro e em rodovias do Estado de São Paulo.

No decorrer do trabalho foram identificados mais de dez roubos praticados pelo grupo, que abordava suas vítimas com armamento pesado, disparos contra os veículos e violência corporal e psíquica.

A quadrilha seria responsável pelos seguintes roubos e seqüestros investigados pela Polícia Federal em Uberlândia:

23/10/2010 – Prisão de quatro suspeitos em flagrante por assalto, sequestro, transporte de veículo roubado entre estados diversos, cativeiro e formação de quadrilha armada. O grupo roubou uma caminhonete na cidade de Glória dos Dourados/MS para atravessar a fronteira com o Paraguai, e posterior troca por drogas e armas.

17 a 20/01/2011 - Prisão de seis suspeitos pela Polícia Militar em Iturama/MG, em operação conjunta com a PF e Polícia Civil local. Eles mantinham seqüestradas três vítimas que trabalhavam em uma fazenda na cidade de Aparecida do Taboado/MS. Quatro deles foram autuados em flagrante pelos crimes de seqüestro, formação de quadrilha e porte ilegal de armas de fogo

31/01/2011 – Um grupo fortemente armado roubou dois ônibus na região entre Barretos e Colômbia, ambas em São Paulo. Abordados pela PM, houve troca de tiros e um deles foi preso quando tentou fugir. No total, cinco pessoas foram presas pela Polícia Militar de São Paulo e autuados em flagrante, entretanto, apenas o líder do grupo permanece preso.

FONTE: HOJE EM DIA

Postar um comentário