quarta-feira, 12 de outubro de 2011

(SP) Carga avaliada em R$ 1 mi é roubada em Sumaré

'Piratas do asfalto' estavam disfarçados de policiais e renderam a escolta para roubar carga em Sumaré, na terça-feira.

Quadrilhas fortemente armadas e disfarçadas de policiais voltaram a agir na RPT (Região do Polo Têxtil) anteontem à noite. Dois casos foram registrados em Sumaré e outro caso foi registrado em Nova Odessa. Um dos roubos foi mais ousado do que o de costume, porque além de render o motorista e um ajudante, a quadrilha rendeu também dois vigilantes da escolta e roubou suas armas e coletes. Em outra ocorrência, a quadrilha utilizou roupas com a inscrição "Polícia Civil".

Em Sumaré, na Avenida Antônio Pereira de Camargo Neto, bairro Dall'Orto, uma carga de medicamentos avaliada em R$ 1 milhão foi roubada por uma quadrilha, além do caminhão, avaliado em R$ 130 mil. Os seguranças do serviço de escolta foram rendidos. No caminhão estavam o motorista Elias Mariano, 45, e o ajudante Luiz Manoel da Silva, 39. Mariano contou que carregou o caminhão na filial da empresa que fica em Vinhedo. Nas proximidades da sede, em Sumaré, um caminhão baú, que estava a sua frente, subiu na calçada e um carro preto parou ao lado. Três homens armados, todos utilizando toucas pretas, desceram e o obrigaram a parar.

Um deles rendeu o motorista e o ajudante. Outros dois renderam os vigilantes da escolta, Marcos Antônio Pereira Soares, 48, e Cláudio Martins dos Santos, 48, que vinham logo atrás. Segundo as vítimas, os marginais utilizaram pistolas e um fuzil. Eles foram colocados no caminhão baú. Os veículos foram conduzidos até o bairro Chácaras Monte Alegre, onde os reféns foram obrigados a fazer o transbordo de metade da carga. Pouco depois, as vítimas foram colocadas em um Ecosport e foram libertados na Rua Guanabara, distrito de Nova Veneza.

Além da carga e do caminhão, os bandidos roubaram da escolta dois revólveres calibre 38, dois coletes a prova de balas, munições e telefones celulares. A abordagem dos marginais aconteceu por volta de 19h40 e as vítimas foram libertadas cerca de quatro horas mais tarde.

Bandeirantes
No quilômetro 113 da Rodovia dos Bandeirantes, às 20h20 de anteontem, um caminhão avaliado em R$ 125 mil, carregado com alimentos, foi roubado. O veículo pertence a uma empresa de logística de São Paulo. O motorista José Carlos dos Santos, 29, disse que foi fechado por um Corolla ocupado por três homens usando camisetas com a escrita "Polícia Civil". O motorista e os ajudantes Edmilson Santos Ferreira, 37, e Domingos Maciel, 52, foram rendidos e obrigados a entrar em um Siena, onde estavam outros dois indivíduos. Eles foram deixados no quilômetro 92 da mesma rodovia.

Em Nova Odessa, um furgão pertencente a um hipermercado carregado com eletroeletrônicos avaliados em R$ 13,5 mil também foi roubado. O motorista Israel Mendonça Gomes, 34, disse que foi abordado por um homem armado na Rua Ricieri Rossi, em Sumaré, anteontem de manhã. Ele foi colocado em um carro, onde estavam outros três indivíduos e abandonado no começo da tarde na Fazenda Velha, em Nova Odessa.

FONTE: O LIBERAL

Postar um comentário