quarta-feira, 19 de outubro de 2011

(BA) Vítimas de acidente com caminhão são enterradas em Itaparica, na Bahia

Prefeitura do município de Vera Cruz decretou luto oficial por três dias. Algumas pessoas continuam internadas em hospitais de Salvador.

Os corpos dos quatro mortos no acidente que deixou cerca de 20 feridos na manhã de sábado (15), na ilha de Itaparica, região metropolitana de Salvador, foram enterrados neste domingo (16). Um caminhão desgovernado desceu um declive e atingiu os participantes de uma festa em homenagem ao Dia das Crianças.

Vítimas de acidente com caminhão são enterradas em Itaparica (Foto: Reprodução/ TVBA)Quatro pessoas morreram e onze seguem enterradas
(Foto: Reprodução/ TVBA)

De acordo com a prefeitura de Vera Cruz, município da ilha, duas crianças de sete anos de idade e um adolescente de 14 foram enterrados no período da manhã, enquanto uma mulher de 49 anos foi enterrada por volta das 14h30 no Cemitério do Marcelino, em Itaparica. Por conta do acidente, a prefeitura decretou luto oficial por três dias no município.

De acordo com a Secretaria de Saúde (Sesab), entre as vítimas que ainda estão internadas, uma menina de 10 anos permanece em estado considerado gravíssimo na UTI do Hospital Geral do Estado (HGE). O hospital informou quer até as 17h30 deste domingo outras duas vítmas permaneciam internadas na unidade. Um menino que estava no HGE foi transferido para o Hospital Agenor Paiva para ser submetido a uma cirurgia. Já no Hospital do Subúrbio, outras três pessoas, sendo duas crianças e um adulto, continuavam internados até o fim da tarde de domingo. As vítimas que foram atendidas no Hospital Geral de Itaparica já receberam alta médica.

O acidente

Cerca de 50 pessoas que participavam de uma festa em comemoração ao Dia das Crianças, organizada por uma loja de materiais de construção na Ilha de Itaparica, foram surpreendidas por um caminhão desgovernado, por volta das 11h de sábado (15).

O veículo envolvido no acidente prestava serviços à própria loja. Sérgio Sales, filho da proprietária do estabelecimento comercial onde ocorreu o acidente, contou ao G1 que testemunhas disseram que uma pessoa teria retirado o calço que mantinha o caminhão estacionado e o veículo saiu desgovernado e sem freio em direção às pessoas.

Ainda segundo Sales, uma sobrinha da proprietária e outros familiares também foram atingidos no acidente. Os proprietários da loja informaram que acionaram os policiais no momento do acidente e que prestaram socorro às vítimas.

O motorista responsável pelo caminhão fugiu do local, mas se apresentou à 24ª Delegacia de Vera Cruz durante a tarde. De acordo com um agente da unidade policial, o homem negou ter responsabilidade pelo ocorrido e afirmou que não estava no local na ocasião do acidente. Segundo o depoimento, o homem teria estacionado o caminhão na noite de sexta-feira (14) próximo à loja de material de construção, para a qual prestava serviço. Um 'calço' teria sido colocado nas rodas do caminhão para evitar que ele andasse.

O depoente disse ainda que fugiu do local com medo da reação dos familiares das vítimas, mas que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para prestar o devido socorro.

Segundo a polícia, como o homem se apresentou espontaneamente, ele vai aguardar o andamento das investigações em liberdade.

FONTE:G1 BAHIA

Postar um comentário