Loading...

domingo, 17 de abril de 2011

(NO / NE) 'Operação Estivas' da PF deteve 15 no Piauí envolvendo R$ 5 mi

A Polícia Federal do Piauí deflagrou na manhã desta sexta-feira (15/04) a 'Operação Estivas' para desbaratar quadrilha de roubo de cargas nas rodovias federais do Norte e Nordeste brasileiro. A operação já executou 32 mandados de busca e apreensão e prendeu cerca de 15 envolvidos, dos quais quatro são piauienses. Os acusados estão detidos na sede da Polícia Federal, em Teresina. Golpes podem ter rendido aos bandidos mais de R$ 5 milhões.

Das 15 prisões efetuadas, oito foram no Piauí, cinco no Ceará, duas no Pará e uma em São Paulo, todos os prisioneiros devem ser trazidos para Teresina. As cargas roubadas iam de eletrodomésticos, confecções, material de calçados e até bebidas, que seriam distribuídas no Sul do país e em Pernambuco.

Em entrevista, o delegado Janderlyer Gomes afirma que a quadrilha agia nos estados do Piauí, Maranhão, Ceará, Pará, Pernambuco e São Paulo. Cada estado responsável por parte do processo de roubo das cargas. Enquanto grupos armados do Ceará, Piauí, Maranhão, Pernambuco e Pará agiam nos assaltos em rodovias, contadores de São Paulo eram responsáveis pelo 'esquentamento' de veículos e falsificação dos documentos, e empresários das cidades cearenses de Juazeiro do Norte, Crato e Iguatu pela receptação e distribuição da carga roubada.

Ainda segundo a PF, os bandidos agiam de forma violenta. Armados, eles abordavam os caminhoneiros e roubavam a carga que logo era transbordada para outro veículo e levada para o estado do Ceará, de onde seria distribuída. Um dos trechos mais assaltados é a BR 316, qua liga o Piauí ao Maranhão, por isso a operação foi deflagrada pela polícia piauiense.

No início da manhã desta sexta, foram apreendidos ainda dois caminhões, um na cidade de Presidente Dutra - MA, carregado de eletrodomésticos avaliados em mais R$ 1 milhão, e outro no estado do Pará. Outras prisões podem acontecer no decorrer do dia.

As investigações foram iniciadas há cerca de oito meses, a partir de um assalto ocorrido em Timon, a um caminhão que transportava eletroeletrônicos.Os acusados se utilizavam de roupas que imitavam a farda dos policiais federais. Desde então, a PF vem intensificando as investigações sobre o grupo.

O nome da operação foi escolhido em alusão aos estivadores, responsáveis pelo transbordo de cargas.

PRISÃO POR PORTE DE ARMA

Entre as prisões efetuadas na manhã de hoje, está a do comerciante José Maria, da cidade de Timon. José foi preso em flagrante pelo porte de um rifle sem documentação. Segundo ele, a arma teria sido recebida como pagamento por uma dívida.


José Maria é comerciante na cidade de Timon e afirma não ter ligação com a quadrilha

O comerciante afirma que não possui ligação com a quadrilha de roubo de cargas e que a polícia chegou até seu endereço à procura do amigo de nome Mauro Madeira, natural de Parnarama - MA, que possivelmente estaria envolvido. José Maria pagará fiança e será liberado.

APREENSÃO EM PRESIDENTE DUTRA - MA

O caminhão baú apreendido na cidade de Presidente Dutra - MA já chegou à sede da Polícia Federal em Teresina. Nele foi encontrada uma grande quantidade de eletromésticos, sendo em maioria aparelhos de microondas. A carga está avaliada em pouco mais de R$ 1 milhão.

Chegou também à sede da PF um novo prisioneiro da operação, trazido do Maranhão. Cerca de outros seis presos devem ser transferidos para Teresina e pelo menos dois estão sendo esperados nas próximas horas.

Delegado José Olegário acompanhou a chegada do caminhão


Mais um preso chegou por volta de 17h a sede da superintendência

CONFIRA AS FOTOS


Entre os veículos apreendidos estava este Golf, de placa da cidade de Iguatu, no Ceará


A todo momento mais documentos e provas chegam à sede da Polícia Federal


Caminhão veio de Presidente Dutra, onde foi apreendido com a carga

FONTE: 180 GRAUS

Postar um comentário