quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

(SP) Quadrilha é presa em chácara que pode ser de ex-prefeito Karmanghia

image

Chácara na divisa com Jundiaí e Louveira que era utilizada como depósito de cargas roubadas. A propriedade é frequentada pela família de ex-prefeito.

A Polícia Militar deteve na manhã da última quarta-feira, dia 22, oito homens por envolvimento no roubo de um caminhão de bebidas, ocorrido no km 67 da Rodovia Anhanguera, bairro Engordadouro, em Jundiaí.

A quadrilha era formada por Gelson Gomes, Airton Arnaldo Leme, Francisco Lucas Queiroz Neto, Samuel Teixeira dos Santos, Carlos Henrique da Motta (de LOUVEIRA), Rodinei Antonio Pinheiro dos Santos, Antonio Ferreira de Souza e Heleonidas José Martins. Eles foram autuados em flagrante por roubo e formação de quadrilha pelo delegado Antonio Dota Júnior que está conduzindo a investigações.

Armados, os ladrões renderam o motorista do caminhão e seu ajudante. As vítimas foram abandonadas cerca de uma hora depois, próximo à Fazenda Santa Luzia. Uma testemunha acionou a Polícia que seguiu o rastro dos bandidos e os surpreendeu descarregando a carga roubada (refrigerantes, cerveja, suco e água) em uma chácara no bairro Corrupira, localizada na divisa de Jundiaí com LOUVEIRA. KARMANGHIA PODE SER INDICIADO SE FOR COMPROVADO SEU ENVOLVIMENTO A reportagem da FOLHA NOTÍCIAS acompanhou o processo da carga roubada que foi encontrada em uma chácara que supostamente pertence ao ex-prefeito Karmanghia.

Segundo as investigações em curso, o local é utilizado comumente por pessoas de sua família (conforme consta no folheto ao lado o contato de familiares responsáveis por locação) para a realização de diversos eventos. Como em LOUVEIRA quase toda a população sabe que a chácara onde estava a carga roubada pertence, em tese, a Karmanghia, ele pode ter alugado o local para os criminosos, fato que, se confirmado, obrigará o ex-prefeito a prestar depoimento e a responder ao processo de investigação que está sendo conduzido pela Delegacia de Polícia de Jundiaí.

Ele se recusou a dar entrevista à FOLHA, e espera agora, ser ouvido pela Polícia. POLÍTICO JÁ FOI ACUSADO DE CONTRABANDO No ano de 2007, Karmanghia e uma pessoa de LOUVEIRA foram detidos pela Polícia Federal em Dourados, Mato Grosso do Sul, acusados de contrabando.

A mercadoria que se encontrava no veículo dirigido por Karmanghia foi apreendida. Segundo o político não se tratava de contrabando, mas de compras para o uso pessoal (pneus e CDs virgens) que não foram declaradas e nem efetuado o pagamento de taxas incidentes sobre a mercadoria.

FONTE: REDE FOLHA NOTICIAS

Postar um comentário