terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

(SP) Roubos preocupam motoristas na Mogi-Dutra

Motoristas de caminhão estão inseguros para dirigir na Rodovia Mogi-Dutra, que se tornou foco de quadrilhas especializadas em roubos de carga.

Em alguns pontos é preciso diminuir a velocidade dos veículos por causa da subida, o que facilita os assaltos. Os caminhões carregados ficam pesados e demoraram mais para percorrer alguns trechos. Os ladrões levam o veículo, a carga e muitas vezes sequestram o motorista.

Um caminhoneiro, que já foi assaltado duas vezes e prefere não se identificar, contou que no último crime um carro com giroflex avisou que havia algo errado com o caminhão e por isso ele parou.

Uma empresa de transportes de carga em Mogi das Cruzes teve três caminhões roubados na rodovia em apenas um mês e decidiu mapear os pontos mais perigosos, que considerou ser o quilômetro 38,5 da rodovia, no trecho de Arujá, e os quilômetros 41 e 42 por causa da rotatória que leva a um conjunto de condomínios e é utilizada como rota de fuga.

A Polícia Rodoviária reconhece que o número de roubos de caminhões e carga aumentou no Alto Tietê. Em todo o ano de 2011 foram registradas 12 ocorrências. Já em 2012, de janeiro até os primeiros dias de fevereiro, foram 11 casos, oito deles aconteceram na capital e os motoristas foram deixados em Mogi das Cruzes.
O comandante Alexandre Vieira Sant’Ana, da Polícia Rodoviária, afirma que houve aumento no policiamento na Rodovia Mogi-Dutra.

FONTE: TV DIARIO

Postar um comentário