quinta-feira, 4 de agosto de 2011

(MA) Polícia já retirou mais de 38 assaltantes da rua somente este ano

Foi presa em flagrante, em Presidente Dutra, uma quadrilha de assaltantes especializada em roubo de cargas.

SÃO LUÍS - O secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, destacou que com essa dupla operação policial realizada pela Seic, somente esse ano, a polícia do Maranhão já retirou mais de 38 assaltantes das ruas.

- Esses grupos, com certeza, agiam nos estados vizinhos como Pará, Ceará e Piauí, e, pela quantidade de armas e outros materiais apreendidos, com certeza estavam se estruturando para realizar grandes ações criminosas no Maranhão - disse durante entrevista coletiva realizada no auditório Leofredo Ramos, no prédio da SSP, Outeiro da Cruz.

Desarticuladas

Duas quadrilhas, uma especializada em assaltos a bancos e outra em roubo de cargas, foram presas por policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) entre o fim de semana e ontem na capital e no interior do estado. Além de oito criminosos presos, foram apreendidos armamento de uso exclusivo das forças policiais, munição, veículos e joias. Os dois bandos foram apresentados ontem pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP).

Há pouco mais de um mês, o Departamento de Operações Especiais da Seic, sob o comando do delegado André Gossayn, investigava uma quadrilha composta por três cearenses e um maranhense que estava se organizando para assaltar bancos no interior.

Interestadual

A quadrilha, que tem origem no Ceará, é formada pelos irmãos Francisco Edvan Amaro Honório, o Aleijado, e Francisco Ediverton Amaro Honório, o Ceará, naturais de Canindé (CE); Aldenir Barbosa de Barros, de Caucaia (CE), que responde a três processos por roubo e um por homicídio, e é suspeito de levar R$ 80 mil de uma das lojas Mix Mateus durante um assalto realizado há cerca de duas semanas, e Carlos Kenilson Pereira da Silva, o Carlinhos, natural de Santa Inês, interior do Maranhão, que mantinha residência fixa no estado do Ceará.

Ação policial

O grupo, que passou uma semana em Santa Inês, chegou a São Luís no sábado, sob o monitoramento da

Seic. “Estamos acompanhando a presença deles desde que chegaram ao Maranhão, mas esperamos para efetuar a prisão somente quando eles estivessem prontos para agir”, explicou o delegado André Gossayn.

Por volta das 2h de ontem, quando se dirigiam para o interior do estado, os assaltantes, divididos em dois veículos, uma Hilux e um Fiesta, foram abordados pelos policiais civis em uma barreira montada na Estiva, na saída da capital. A dupla no Fiesta não reagiu à prisão, mas Aleijado, que estava com o irmão na Hilux e foi apontado como o líder do bando, iniciou uma troca de tiros na qual acabou atingido.

Francisco Ediverton, que está internado no Hospital Clementino Moura (Socorrão II), é acusado também de envolvimento em sequestros e de fazer parte do bando de Fabinho da Pavuna e Alex Gardenal, procurados pela polícia do Ceará e que foram presos em São Luís.

Em São Luís, a quadrilha utilizava como refúgio uma casa no Jardim Bela Vista, Cohajap, além de um imóvel na Alameda dos Sonhos, próximo à Avenida Santos Dumont, para esconder os outros veículos usados nas ações criminosas: um Fox, uma caminhonete L 200 Triton, um Vectra Sedan e uma moto Honda. Um sítio no Tibiri servia de local para manter o armamento que foi apreendido.

Roubo de cargas

Na semana passada, em uma operação comandada pelo delegado Rafael Leite, do Departamento de Combate a Roubo de Cargas da Seic, foi presa em flagrante, em Presidente Dutra, uma quadrilha de assaltantes especializada em roubo de cargas.

Josimar Nobre Macedo, o Ná, natural de São Mateus, foi identificado como o líder do bando. Com ele foram presos Evânio Conceição dos Santos, o Grande ou Evânio Garibeiro, de Pedreiras, suspeito de participar de dois assaltos a agências bancárias nas cidades de Luzilândia e Miguel Alves, no Piauí; José Magno Ferreira dos Santos, de Trizidela do Vale, e Denis da Silva Corrêa, suspeito de ter assaltado uma farmácia em São Mateus.

O bando foi surpreendido pela polícia no Posto Priscila, na BR-135, quando dividia as tarefas que cada integrante desempenharia em um assalto que realizaria na noite do dia 29 ao primeiro caminhão de cargas que passasse pela rodovia transportando produtos secos e molhados. “A quadrilha realizava um assalto a cada dois dias naquela região a todo tipo de carga que encontrasse, além de atentar contra os passageiros de veículos de passeio que viajam pela rodovia”, afirmou o delegado Rafael Leite.

FONTE: IMIGRANTE.COM

Postar um comentário