domingo, 15 de maio de 2011

(MA) Polícia recupera carga avaliada em R$ 1,7 milhão

A carga, roubada na madrugada da última segunda-feira, foi encontrada em uma fazenda no município de Estreito

Policiais civis, comandados pelo delegado regional de Imperatriz, Francisco de Assis Ramos, recuperaram, nessa terça-feira (3), uma carga que havia sido roubada na madrugada de segunda-feira (2).
A carga de televisores marca Sony, que estavam sendo transportadas de Manaus para São Paulo em uma carreta, foi tomada de assalto quando o caminhoneiro, que não teve o seu nome informado, por medidas de segurança, parou no Posto Vale do Sol, localizado na BR-010, próximo ao viaduto da Norte-Sul.

Segundo o delegado Assis Ramos, ele foi levado pelos bandidos e deixado amarrado dentro do mato, entre Campestre e Porto Franco. A carreta foi levada por uma estrada vicinal que dá acesso ao Assentamento Maravilha, a cerca de 10 km de Estreito. Os bandidos foram surpreendidos quando estavam tentando colocar a carga de 629 televisores, que foi avaliada em R$ 1.700.000.00, em dois baús pertencentes à empresa Trans Sorte, com sede em São Paulo.

Os policiais avistaram a carreta, os baús e alguns homens, que fugiram ao observar o avião em que os agentes se encontravam. O avião pousou em Aguiarnópolis e os policiais foram por terra até o local onde se encontrava a carreta. Ontem pela manhã, a carga foi restituída e os caminhões baús foram apreendidos e trazidos para Imperatriz.

Rastreada
A carreta estava rastreada por satélite, que acompanhou até que os bandidos cortaram o sinal.

A Sony, de São Paulo, denunciou o caso à Polícia Civil de Imperatriz, que conseguiu localizar a carga entre Imperatriz e Estreito, como a empresa havia informado.

A carreta foi rastreada até o trecho entre Campestre e Porto Franco, quando o sinal foi cortado.

Depois disso, os bandidos desviaram a carreta para a estrada vicinal.
Para a polícia, essa é uma quadrilha interestadual que está atuando na região Tocantina. As investigações continuam para tentar localizar e prender o bando.

FONTE: JUPITER

Postar um comentário